Buscar
  • Soleri Energia

Com mais de 10 gigawatts (GW) de instalações fotovoltaicas em 2018, a Califórnia lidera nos EUA.

Atualizado: 28 de Mar de 2019


De acordo com o mais recente relatório da Wood Mackenzie Power & Renewables em parceria com a Associação da Indústrias de Energia Solar (SEIA), os EUA instalaram 10,6 GW de capacidade solar fotovoltaica durante o ano de 2018.


Isso representa uma queda de 2% em relação ao ano anterior e de acordo com declarações do Presidente/Diretor Executivo da SEIA, Abigail Ross Hopper, foram causadas, em sua grande parte, pela imposição de tarifas em células solares e módulos fotovoltaicos. Apesar da queda, Hopper acrescenta em sua declaração haver razão para otimismo. Citando levantamentos e projeções, Hopper acredita que a quantidade de plantas solares nos EUA está a passos largos para mais que dobrar nos próximos 05 anos, demonstrando a resiliência e a força econômica da energia solar. “Está claro que a próxima década será de crescimento significativo”, disse a Presidente.


A estimativa, de acordo com a SEIA, é que a capacidade fotovoltaica instalada será de 14% para o ano de 2019, atingindo cerca de 15,8 GW de capacidade em 2021.


Fazendo um recorte pelos estados, a Califórnia lidera mais uma vez o cenário, com instalações superando 3,3 GW de capacidade, seguida por Texas e Carolina do Norte, com 996 e 907 MW, respectivamente.

É válido lembrar que a cidade de São Francisco já obriga por lei que todos os prédios novos instalem painéis solares ou telhados verdes. Sendo que partir de 2020, será obrigatório em todo Estado, mediante Lei Estadual aprovada em 2018 pela Comissão de Energia da Califórnia.


Atualmente, os EUA abrigam mais de 64 GW de capacidade instalada, o que é suficiente para abastecer mais de 12 milhões de lares americanos.

11 visualizações